quarta-feira, 31 de maio de 2017

COSTELA DE BOI NA PANELA DE PRESSÃO COZIDA NA CEBOLA

Imagem enviada por Roberto Rebuelta

Imagem enviada por Cristiane O. P. Siqueira

  • 1 e 1/2 kg de costela de boi inteira
  • 8 cebolas grandes, cortadas em rodelas
  • 4 tabletes de caldo de carne

MODO DE PREPARO
Em uma panela de pressão, forre o fundo com metade da cebola e coloque a costela
Em seguida, coloque o restante da cebola e por último os tabletes de caldo de carne
Tampe a panela e leve ao fogo
Quando começar a ferver, abaixe o fogo e deixe por 45 minutos
Espere sair a pressão, retire a costela e coloque numa travessa, por cima acrescente o molho que sobrou na panela

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

  • Se quiser preparar uma quantidade maior de costela, é só usar 1 tablete de caldo de carne para cada 350 g de costela. Tome cuidado para não encher demais a panela, pois ela pode explodir. Não necessita de água para o cozimento, pois a cebola já solta água suficiente para cozinhar. Importante não colocar sal ou outros temperos, os tabletes são suficientes.




Brasília - GOVERNO QUER IDENTIFICAR E PROCESSAR MELIANTES RESPONSÁVEIS POR DEPREDAÇÕES


Governo quer identificar e processar responsáveis por depredação em protesto


O governo federal quer identificar e processar os responsáveis por atos de depredação do patrimônio público praticados ontem (24) durante a manifestação do Ocupa Brasília. Para isso, a Presidência da República irá acionar a Advocacia Geral da União (AGU), segundo o ministro da Defesa, Raul Jungmann, durante anúncio de suspensão da ação de Garantia de Lei e da Ordem (GLO).
"O presidente decidiu acionar a AGU para que sejam feitas perícias nos imóveis de toda a Esplanada, onde ocorreram atos de vandalismo e barbárie, para que [os responsáveis] sejam levados à Justiça e venham a pagar pelos danos e responder criminalmente todos que realizaram aqueles atos abomináveis incompatíveis com o regime democrático", disse Jungmann.
Segundo ele, ainda não há estimativa do valor dos prejuízos.
O ministro fez um retrospecto de outras ações de garantia da lei e da ordem. "De 2010 a 2017 foram realizadas 29 ações de garantia à lei e à ordem. Em todas essas ações, que envolvem copas do Mundo e das Confederações, Olimpíadas e na defesa, por conta da greve de polícias, a exemplo do que aconteceu em Pernambuco e no Espírito Santo. Nunca aconteceram incidentes graves que viessem a manchar a atuação das Forças Armadas."
"A orientação dada por nós ao general Pereira Gomes, que comandou a operação, foi que as Forças Armadas funcionassem defensivamente para defender o patrimônio e a vida das pessoas, e não a repressão", acrescentou o ministro, ao comentar que graças a essas ações foi garantida a continuidade dos trabalhos do Congresso Nacional, com a Câmara aprovando oito medidas provisórias. "A governabilidade não foi afetada."
Perguntado sobre a declaração de que teria partido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o pedido para que as Forças Armadas reforçassem a segurança na Esplanada, Jungmann disse que houve um mal entendo.
"Quando aqui cheguei e recebi determinação do presidente Temer, já tinha sido feita uma avaliação, dada a insuficiência do contingente da Força Nacional de segurança. Houve um mal-entendido em termos de comunicação, uma vez que não era do meu conhecimento a solicitação [de Maia] por escrito. Liguei para o Rodrigo Maia e dei as explicações", disse Jungmann.
Segundo ele, a decisão de uso das Forças Armadas foi do presidente Michel Temer, após ouvir os ministros da Defesa e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). "Era absolutamente necessário que ocorresse porque a Força Nacional não tinha condições de apresentar o efetivo de 1,4 mil homens como tínhamos das Forças Armadas", disse ele ao enfatizar que o presidente da Câmara não tem responsabilidade pelo emprego das Forças Armadas. "Foi uma decisão que nós tomamos, e tudo já esta esclarecido".
O ministro aproveitou o pronunciamento para transmitir uma mensagem do presidente Michel Temer: "Não há democracia sem ordem. A ordem e basilar e essencial à democracia. No que diz respeito às Forças Armadas, dentro da Constituição, tudo. Fora da Constituição, nada".
"O recado do Temer é um só: uma manifestação democrática e ordeira é protegida pelo Estado e por todos nós. Agora, vandalismo e barbárie não serão tolerados. A desordem não será tolerada e será combatida dentro da lei e da ordem", acrescentou.


http://amigosdaguardacivil.blogspot.com.br/2017/05/governo-quer-identificar-e-processar.html

STF DECIDE QUE DESACATAR FUNCIONÁRIO PÚBLICO NO EXERCÍCIO DA FUNÇÃO CONTINUA SENDO CRIME


Por maioria, os ministros da Terceira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiram que desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela continua a ser crime, conforme previsto no artigo 331 do Código Penal. Após uma decisão da Quinta Turma, de dezembro de 2016, pela descriminalização da conduta, o colegiado afetou um habeas corpus para que a seção (que reúne as duas turmas de direito penal do STJ) pacificasse definitivamente a questão.
Segundo o ministro Antonio Saldanha Palheiro, autor do voto vencedor, a tipificação do desacato como crime é uma proteção adicional ao agente público contra possíveis “ofensas sem limites”.
Para o magistrado, a figura penal do desacato não prejudica a liberdade de expressão, pois não impede o cidadão de se manifestar, “desde que o faça com civilidade e educação”.
O ministro destacou que a responsabilização penal por desacato existe para inibir excessos e constitui uma salvaguarda para os agentes públicos, expostos a todo tipo de ofensa no exercício de suas funções.



Daniel Tonon Pires de Farias
Advogado
OAB/SP 255.010
Tel/Fax: 11 3393-7162
Cel: 11 9.8501-3000
Rua do Bosque, 1589 - cj. 209
Barra Funda - São Paulo - SP
daniel@tononadvogados.com.br
www.tononadvogados.com.br

FORÇA TÁTICA COMPLETA 19 ANOS, PARABÉNS À TODOS OS INTEGRANTES!!



Hoje a FORÇA TÁTICA completa 19 anos.

Parabéns a todos os policiais que diuturnamente combatem a criminalidade. Modalidade de policiamento, e não se deixam esmorecer com o tempo, sempre passando o conhecimento a frente e lutando para manter uniformidade e padrão da FT
Força Tática foi instituída pelo Coronel PM Carlos Alberto de Camargo, comandante geral da PMESP na época, após mudanças na política interna da Polícia Militar de São Paulo, que acabaram por decidir pela extinção do Patrulhamento Tático Móvel. A modalidade de patrulhamento foi criada no dia 30 de Maio de 1998.

Recebido via Whatsapp grupo Profissão Perigo

DETENTOS DO DISTRITO FEDERAL SERÃO BENEFICIADOS COM SAIDÃO DE FESTA JUNINA


Pela 1ª vez, detentos do DF serão beneficiados por 'saidão de festa junina'

Período de liberdade vai entre 9 e 12 de junho. Medida foi autorizada pela Vara de Execuções Penais para cumprir regra que autoriza 35 dias de liberação durante ano.
Por Gabriel Luiz, G1 DF


Detentos do Distrito Federal serão beneficiados neste ano, pela primeira vez na história, pelo "saidão de festa junina". O período de liberdade vai entre 9 e 12 de junho – com saída autorizada às 7h e volta permitida até as 10h. A medida foi autorizada pela Vara de Execuções Penais (VEP), que definiu ao todo dez oportunidades de liberdade aos detentos ao longo de 2017.
Um documento interno da Secretaria de Segurança Pública trata do planejamento especificamente para este benefício temporário, também chamado nos bastidores de "saidão de festa junina". Entre as ações previstas estão a intensificação do policiamento em lugares movimentados como a Rodoviária do Plano Piloto e o Centro de Progressão Penitenciária (CPP), no SIA, local de saída de detentos.
de Execução Penal, que autoriza 35 dias de saidão durante o ano – e que não era seguida à risca até então. Em 2016, só houve permissão para saidão em datas da Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Natal e Ano Novo.
Assim, já em março, a juíza Leila Cury, da VEP, estabeleceu um cronograma para "encaixar" todos os 35 dias ao longo do ano. Com base no calendário definido por ela, nem todas as datas caem em dias festivos. Um exemplo é o período entre 7 e 10 de julho. As regras estão definidas na portaria nº 1 de 2017 da VEP.
Ao G1, o comentarista de segurança pública da TV Globo em Brasília, Daniel Lorenz afirmou que, apesar de o grau de evasão no DF ser baixo comparado a outros estados, os saidões representam risco à população em geral. "Menos de 2% não voltam ao fim do saidão aqui. Em outros estados, chega a 5%. Mas é muito comum saírem de manhã e serem presos à tarde cometendo crime."
Ainda segundo ele, a quantidade de dias liberados para os presos representa mais um contrassenso permitido pela Justiça.
"O trabalhador brasileiro tem que trabalhar o ano inteiro para ganhar 30 dias de folga. Já os detentos vão ter a certeza de 35 dias de folga no ano."
Para serem liberados, os prisioneiros não podem ter ocorrências nos últimos seis meses e devem ter sido beneficiados com o direito no mesmo período. Só têm direito ao benefício que cumprem pena em regime semiaberto e tenham sido beneficiados com autorização para saídas temporárias, fornecida pela secretaria.
Enquanto estiverem fora da prisão, os condenados devem manter “boa conduta” – não podem circular na rua após as 18h, nem ingerir bebida alcoólica ou frequentar bares. Os agentes do sistema penitenciário podem fazer "visitas surpresa" às residências dos presos, para verificar se as determinações estão sendo cumpridas.
Outra autorização
Em outra portaria, a juíza titular da VEP, Leila Cury, autoriza a saída dos internos do semiaberto – que cumprem pena no CPP e trabalham fora – para que visitem a família a cada 15 dias, independentemente de escolta.
Pelas regras, os internos beneficiados podem sair da cadeia partir das 7h do sábado, devendo retornar até as 16h do domingo. No entanto, estas saídas quinzenais também podem ser combinadas com os saidões já previstos.
"Fica autorizada a extensão do período da Saída Quinzenal, a fim de que coincida com as datas definidas por este Juízo para o gozo das Saídas Temporárias, conforme calendário anual estipulado em Portaria própria."


http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/detentos-do-df-serao-beneficiados-por-saidao-de-festa-junina.ghtml?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=g1

POR ORDEM DO COMANDO, POLICIAIS MILITARES FICARÃO DESARMADOS NO TOCANTINS QUANDO ESTIVEREM DE FOLGA


Por ordem do Comando, policiais militares ficarão desarmados no Tocantins quando estiverem de folga


O cumprimento de uma ordem superior fará com que todos os policiais militares fiquem desarmados quando estiverem de folga.
A determinação partiu do Comando Geral da PM, que exigiu que todos os policiais militares que estiveram de posse de armas acauteladas as devolvessem imediatamente em seus quarteis.
A medida é mais uma ação que preocupa os membros da principal instituição de segurança no Estado. De acordo com um integrante de um dos sindicatos que representam a classe, quem agora vai ficar preocupado com a falta de segurança é o próprio policial militar.
“Nossa missão é garantir a segurança imediata da comunidade, e isso significa que lidamos diretamente com os criminosos. Como ficará nossa segurança e a segurança de nossas famílias a partir de agora?” questionou o representante.
Como exemplo, o sindicalista citou o fato de um policial que é lotado no 8º Batalhão da Polícia Militar de Paraíso, mas que presta serviço na cidade de Pium. Assim que terminar seu turno, ele terá que devolver a arma ao Comando local e ir pra casa, ou até para o próprio trabalho, desarmado.
A posse de arma acautelada é uma forma velada de o Policial Militar manter em sua responsabilidade uma arma pertencente ao Estado, mas que também é utilizada para sua própria segurança. Outra situação, é que o PM pode agir em caso de flagrante, mesmo estando de folga.
A devolução das armas acauteladas obrigará os policiais a ter que comprar uma arma para garantir sua própria segurança. Apesar de ter porte de arma garantida em Lei, a partir de agora, o PM do Tocantins que comprar sua arma particular terá que registrá-la perante a Justiça. Caso contrário, ele também estaria infringindo a Lei.
“É mais uma situação que nos deixa constrangidos porque não sabemos o que pode acontecer daqui pra frente. A única certeza que temos é que, desarmado, o policial militar fica à mercê dos criminosos” reclamou o representante da classe militar no Tocantins.
A portaria que determina a devolução das armas seria antiga e não estaria sendo cumprida. Pelo menos no Batalhão de Paraíso elas já estão sendo recolhidas desde a semana passada.
Informações: Portal Agência Tocantins


http://agenciatocantins.com.br/geral-2/por-ordem-do-comando-policiais-militares-ficarao-desarmados-no-tocantins-quando-estiverem-de-folga/

AGENTES DA GUARDA MUNICIPAL DE LIMEIRA APREENDE GRANDE QUANTIDADE DE ENTORPECENTES


Após denuncia anônima que em um dos apartamentos do Condomínio Residencial Recanto dos Pássaros, pelo bairro Odécio Degan, estaria exalando um forte cheiro de entorpecentes, à equipe de ROMU da Guarda Civil Municipal de LIMEIRA-SP, com a viatura R-01, deslocou até o local, onde ao chegarem ao Bloco 12 ( Apto. 22 ), foram recebidos pela Senhora R.V.M.(58), que franqueou a entrada da equipe. Dentro do apartamento também se encontravam D.H.V.(34), S.S.S.(28), R.F.M.(27) e G.H.F.O.(16), sendo todos abordados. Em averiguação pelo local a equipe deparou com certa quantidade de entorpecentes sendo embalados. Diante dos fatos foram dadas voz de prisão e apreensão e conduzidos às partes ao Plantão Policial, onde foram contabilizados o total de 982 flaconetes contendo cocaína, 175 pedras de crack, 44 gramas de pedra bruta de crack, 860 flaconetes vazios, uma balança de precisão e a quantia de R$ 44,00. Equipes de ROMU e SETORIAIS, prestaram apóio a essa ocorrência.


Ocorrência enviada via Whatsapp grupo Nação Azul Marinho

POLICIAIS MILITARES DETÉM TRAFICANTE NO TERMINAL JABAQUARA


Após receber informação de que um indivíduo iria transportar droga de SP para Bertioga em um ônibus que sairia do terminal Jabaquara por volta das 21:00 equipes iniciaram patrulhamento de Força Tática nas proximidades do local e contamos com apoio da equipe de policiamento velado que de posse das características do indivíduo identificou Alex Dias Moreira e informou que esse havia embarcado no ônibus 2277 na plataforma 6 que iria para o município de Bertioga. Efetuada a abordagem foi localizado em uma sacola nos pés do abordado 176 papelotes contendo cocaína, dois envólucros contendo maconha e R$ 160,00. O indivíduo confessou que devia a uma organização criminosa no litoral e iria abater R$ 400,00 de sua dívida com o transporte da droga que foi adquirida na comunidade do Heliópolis. Diante dos fatos recebeu voz de prisão em Flagrante e foi conduzido ao 16° DP onde a ocorrência se encontra em andamento. Alex tem passagens anteriores por furto, estelionato e roubo.

Local: Rua dos Jequitibás (interior do terminal Jabaquara)

US: M-03016 Sub Ten Cirino/ Sgt Fabiano/ Sd Siqueira/ Sd Estrada
M-03019 Tático Cmdo Ten Hélio/ Cb Lopes/ Sd Gomes

Ocorrência enviada via Whatsapp grupo Nação Azul Marinho 

FALECEU SEBASTIÃO THOMAZ DE AQUINO, GUARDA CIVIL VÍTIMA DE ATENTADO DA ESQUERDA NO AEROPORTO DE GUARARAPES EM 1966


Faleceu Sebastião Thomaz de Aquino, Guarda Civil vitima da esquerda que teve sua perna amputada por explosão de bomba no aeroporto de Guararapes (PE) em 1966


- Nota de falecimento:do Guarda Civil e ex-jogador Sebastião Thomaz de Aquino, "Paraíba" ou "Canhão do Arruda".
- Sebastião Tomaz de Aquino foi um dos vários mutilados de um atentado que feriu inocentes apenas por uma ideologia fanática e perversa.
- Sebastião Tomaz de Aquino nasceu em Ingá/PB em 1931. Chegou ao Arruda aos 18 anos de idade e passou cinco temporadas vestindo a camisa tricolor. Logo depois se transferiu para o São Paulo FC, teve uma passagem pelo Salgueiros/Portugal e voltou ao Mundão em 1957 para conquistar seu primeiro título no clube que aprendeu a amar desde criança.
Foi apelidado como o "Canhão do Arruda" pelo chute forte que tinha. Vestindo o manto coral, marcou nada menos que 105 gols e ficou eternizado como um dos maiores craques da história do clube das três cores.
- Sebastião teve perna amputada por explosão de bomba no aeroporto de Guararapes/PE em 25/julho/1966.
- Ato terrorista praticado pela Ação Popular - AP, em Recife, vitimando mortalmente o Jornalista Edson Regis de Carvalho (casado e pai de 5 filhos) e o Almirante Nelson Gomes Fernandes.
- Nesta data, depois deixar de jogar pelo Santa Cruz e padecer por 51 anos numa cama.
Saiba como aconteceu está História macabra, mais uma de muitas da esquerda.

O ATENTADO DE GUARARAPES


Em 1966, dois anos depois da Revolução Democrática de 31 de Março, a Nação brasileira empenhava-se em reerguer o País, após o caos dos primeiros anos da década de 60.
Entretanto, uma pequena minoria inconformada, constituída pelos comunistas e pelos corruptos que haviam sido alijados da vida política nacional, procurava reorganizar-se e, de qualquer maneira, expressar seu descontentamento.
Recife, a capital pernambucana, foi a escolhida para ser o cenário inicial de uma nova forma de luta - o terrorismo - que, por muitos anos, viria a ensangüentar e a enlutar a sociedade brasileira.
O 31 de Março de 1966 amanhecia com sol. O povo pernambucano e as autoridades já estavam reunidos no Parque 13 de Maio, aguardando o início das comemorações do segundo ano da Revolução.
Nesse momento, exatamente às 0847h, ocorria violenta explosão no 6º andar do edifício dos Correios e Telégrafos, onde funcionavam os escritórios regionais do SNI e da Agência Nacional.
Ao mesmo tempo, uma segunda explosão atingia a residência do Comandante do IV Exército.
Mais tarde, seria encontrada uma terceira bomba, falhada, num vaso de flores da Câmara Municipal de Recife, onde havia sido realizada uma sessão solene em comemoração à Revolução Democrática.
Três bombas montadas para, num só momento, atingir personalidades e entidades representativas do governo brasileiro. Iniciava-se a guerra suja.
Entretanto, a bomba falhada no legislativo municipal deveria estar incomodando os terroristas e estar sendo vista como um parcial fracasso de execução.
Assim é que, em 20 de Maio de 1966, 50 dias após esse ensaio geral, foram lançadas outras três bombas - dois "coquetéis molotov" e um petardo de dinamite, contra os portões da Assembléia Legislativa de Pernambuco.
A Nação, estarrecida, vislumbrava tempos difíceis que estavam por vir.
Em 25 de Julho de 1966, uma nova (terceira) série de três bombas, com as mesmas características das anteriores, sacode Recife. Uma, na sede da União de Estudantes de Pernambuco, ferindo, com escoriações e queimaduras no rosto e nas mãos, o senhor José Leite, de 72 anos, vítima inocente que passava pelo local. Outra, nos escritórios do Serviço de Informações dos Estados Unidos (USIS), causando, apenas, danos materiais. A terceira bomba, entretanto, acarretando vítimas fatais, passou a ser o marco balizador do início da luta terrorista no Brasil.
Nessa manhã de 25 de julho de 1966, o Marechal Costa e Silva, então candidato à Presidência da República, era esperado por cerca de 300 pessoas que lotavam o Aeroporto Internacional dos Guararapes.
Às 08:30h, poucos minutos antes da previsão de chegada do Marechal, o serviço de som anunciou que, em virtude de pane no avião, ele estava deslocando-se por via terrestre de João Pessoa até Recife e iria, diretamente, para o prédio da SUDENE.
Esse comunicado provocou o início da retirada do público.
O guarda-civil Sebastião Tomaz de Aquino, o "Paraíba", outrora popular jogador de futebol do Santa Cruz, percebeu uma maleta escura abandonada junto à livraria "SODILER", localizada no saguão do aeroporto. Julgando que alguém a havia esquecido, pegou-a para entregá-la no balcão do DAC.
Ocorreu uma forte explosão. O som ampliado pelo recinto, a fumaça, os estragos produzidos e os gemidos dos feridos provocaram o pânico e a correria do público. Passados os primeiros momentos de pavor, o ato terrorista mostrou um trágico saldo de 17 vítimas.
Morreram o jornalista e secretário do governo de Pernambuco Edson Regis de Carvalho, casado e pai de cinco filhos, com um rombo no abdômen, e o vice-almirante reformado Nelson Gomes Fernandes, com o crânio esfacelado, deixando viúva e dois filhos menores.
O guarda-civil "Paraíba" feriu-se no rosto e nas pernas, o que resultou, alguns meses mais tarde, na amputação de sua perna direita.
O então Tenente-Coronel do Exército, Sylvio Ferreira da Silva, sofreu fratura exposta do ombro esquerdo e amputação traumática de quatro dedos da mão esquerda.
Ficaram, ainda, feridos os advogados Haroldo Collares da Cunha Barreto e Antonio Pedro Morais da Cunha, os funcionários públicos Fernando Ferreira Raposo e Ivancir de Castro, os estudantes José Oliveira Silvestre, Amaro Duarte Dias e Laerte Lafaiete, a professora Anita Ferreira de Carvalho, a comerciária Idalina Maia, o guarda-civil José Severino Pessoa Barreto, o Deputado Federal Luiz de Magalhães Melo e Eunice Gomes de Barros e seu filho, Roberto Gomes de Barros, de apenas seis anos de idade.
O acaso, transferindo o local de chegada do futuro Presidente, impediu que a tragédia fosse maior.
O terrorismo indiscriminado, atingindo pessoas inocentes e, até, mulheres e crianças, mostrou a frieza e o fanatismo de seus executores. Naquela época, no Recife, apenas uma organização subversiva, o Partido Comunista Revolucionário (PCR), defendia a luta armada como forma de tomada do poder. Dois comunistas foram acusados de envolvimento no ato terrorista: um, Edinaldo Miranda de Oliveira, militante do Partido Comunista Brasileiro Revolucionário (PCBR) e que, em 1986, era professor de Engenharia Elétrica em Recife, e o outro era Ricardo Zaratini Filho, então militante do PCR e atual assessor parlamentar da liderança do PDT na Câmara Federal.
Durante muito tempo, a esquerda escondeu, enquanto pôde, a autoria desse atentado, chegando a afirmar que teria sido feito pela direita para tentar incriminá-la. Técnica antiga muito usada, até os dias de hoje, pela esquerda.
As autoridades, atônitas, procuravam os autores desses atentados. Não obtinham nenhuma resposta. Não tínhamos, até então, nenhum órgão para combater, com eficiência, o terrorismo.
Foi um comunista, militante do Partido Comunista Brasileiro Revolucionário (PCBR), que teve a hombridade de denunciar esse crime: Jacob Gorender, em seu livro Combate nas Trevas - edição revista e ampliada - Editora Ática - 1998, escreve sobre o assunto:
"Membro da comissão militar e dirigente nacional da AP, Alípio de Freitas encontrava-se em Recife em meados de 1966, quando se anunciou a visita do general Costa e Silva, em campanha farsesca de candidato presidencial pelo partido governista Aliança Renovadora Nacional (ARENA). Por conta própria Alípio decidiu promover uma aplicação realista dos ensinamentos sobre a técnica de atentados."
"Em entrevista concedida a Sérgio Buarque de Gusmão e editada pelo Jornal da República, logo depois da anistia de 1979, Jair Ferreira de Sá revelou a autoria do atentado do Aeroporto de Guararapes por militantes da AP. Entrevista posterior, ao semanário Em Tempo, referiu-se a Raimundinho como um dos participantes da ação. Certamente, trata-se de Raimundo Gonçalves Figueiredo, que se transferiu para a VAR-Palmares (onde usava o nome de guerra Chico) e morreu, a vinte sete de abril de 1971, num tiroteio com policiais do Recife."
Fica, portanto, esclarecida a autoria do atentado ao Aeroporto de Guararapes:

· Organização responsável: Ação Popular (AP);
· Mentor intelectual: ex-padre Alípio de Freitas - que já atuava nas Ligas Camponesas -, membro da comissão militar e dirigente nacional da AP;
· Executor: Raimundo Gonçalves Figueiredo, militante da AP.
Em 2004, o ex-padre Alípio de Freitas, residente em Lisboa, foi beneficiando por uma indenização fixada pela Comissão de Anistia em R$ 1,09 milhão.
Raimundo Gonçalves Figueiredo é nome de uma rua em Belo Horizonte/MG e sua família também foi indenizada.
Um ano depois do atentado, em 25 Jul 67, foi inaugurada no Aeroporto uma placa de bronze com os seguintes dizeres:

"HOMENAGEM DA CIDADE DO RECIFE AOS QUE TOMBARAM NESTE AEROPORTO DOS GUARARAPES, NO DIA 25 DE JULHO DE 1966, VITIMADOS PELA INSENSATEZ DOS SEUS SEMELHANTES.
- ALMIRANTE NELSON FERNANDES
- JORNALISTA EDSON REGIS
GLORIFICADOS PELO SACRIFÍCIO, SEUS NOMES SERÃO SEMPRE LEMBRADOS RECORDANDO AOS PÓSTEROS O VIOLENTO E TRÁGICO ATENTADO TERRORISTA, PRATICADO À SORRELFA PELOS INIMIGOS DA PÁTRIA."

Não sabemos se essa placa ainda permanece no aeroporto ou foi retirada ou, mesmo, substituída por homenagens aos comunistas.
Hoje, os terroristas daquela época, arvorando-se em "heróis" libertários, afirmam que o que fizeram foi uma reação à "violência" do Governo brasileiro. Intencionalmente, procuram deturpar a História e levar ao esquecimento as vítimas que causaram em sua sanha fratricida, dentre elas, as de 1966.
Passaram-se muitos anos. Mas as bombas de Recife e o atentado de Guararapes não serão esquecidos.

Fonte: Ternumae A Verdade Sufocada


http://amigosdaguardacivil.blogspot.com.br/2017/05/faleceu-sebastiao-thomaz-de-aquino.html

PARAGUAI DESCOBRE BASE DO PCC COM 35 TONELADAS DE MACONHA


Paraguai descobre base do PCC com 35 mil quilos de maconha na fronteira

Armamento de grosso calibre também foi encontrado em oito acampamentos usados para prensar maconha; um homem foi preso, mas membros do PCC teriam sido avisados e conseguiram fugir

Helio de Freitas, de Dourados

Agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai descobriram oito acampamentos usados pelo PCC (Primeiro Comando da Capital) para prensar e embalar maconha perto da fronteira com Mato Grosso do Sul. Nos locais foram encontrados armamento de grosso calibre, fardas idênticas às usadas pela polícia paraguaia e pelo menos 35 toneladas de maconha.
De acordo com o ministro da Senad, Hugo Vera, apenas um homem que cuidava de um dos acampamentos foi preso. Segundo ele, existem fortes suspeitas de que os líderes do PCC presentes no complexo foram avisados com antecedência sobre a operação e conseguiram fugir.
Os acampamentos funcionavam na colônia Manto Potrero, zona rural de Capitán Bado, cidade paraguaia vizinha de Coronel Sapucaia (MS), a 400 km de Campo Grande.
No complexo de barracos de lona foram encontrados 33 mil quilos de maconha picada, 1.540 quilos da droga já prensada e 800 quilos de folhas da planta, totalizando 35,4 toneladas. O brasileiro identificado como Valdecir Antonio de Oliveira, 43, foi preso em um dos acampamentos.
Armas e munições – Conforme o chefe da Senad, além da maconha os agentes antidrogas encontraram um arsenal formado por armas de grosso calibre, acessórios bélicos e grande quantidade de munição, além de uniformes camuflados, similares aos utilizados pela polícia paraguaia.
Nos acampamentos estavam quatro carregadores para fuzil calibre 5.56 com capacidade para 30 cartuchos, una mira telescópica marca Sniper, um carregador tipo caracol para calibre 7.62 com 74 cartuchos, 250 cartuchos calibre 9 milímetros, 283 cartuchos calibre 7.62, 42 cartuchos calibre 5.56 e nove cartuchos para escopeta. Um binóculo, coletes à prova de bala e uma bota tática também foram apreendidos.


https://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/paraguai-descobre-base-do-pcc-com-35-mil-quilos-de-maconha-na-fronteira

Atualização para o Windows (KB3125574) WINDOWS 7 GANHA “SERVICE PACK 2” APÓS 5 ANOS

Windows 7 ganha “Service Pack 2” após 5 anos

 ·  · MICROSOFT
69 COMENTÁRIOS

Globo contra a Polícia! No episódio de hoje de sua novela adolescente, mostraram um personagem representando um Policial Militar paulista agindo com abuso de poder e praticando racismo. Agora investem pesado em fazer lavagem cerebral nos adolescentes, apresentando uma imagem da PM que não condiz com a realidade.

video
Globo contra a Polícia! No episódio de hoje de sua novela adolescente, mostraram um personagem representando um Policial Militar paulista agindo com abuso de poder e praticando racismo. Agora investem pesado em fazer lavagem cerebral nos adolescentes, apresentando uma imagem da PM que não condiz com a realidade.

OFENDE QUEM PROTEGE E EXALTA QUEM TE ROUBA , MATA E TRAFICA, ESSA É A REDE GLOBO DE TELEVISÃO, A CULPA É DE QUEM DA AUDIÊNCIA PRA ESSE LIXO


DESLIGUE ESSE LIXO DA SUA CASA
video



moto foi roubada tomada de assalto por 3 individuos e uma cg Titan 160 vermelha placa pyj0698 foi roubada na av margenta bairro vitória compartilhem PF! Deus é fiel

moto foi roubada tomada de assalto por 3 individuos e uma cg Titan 160 vermelha placa pyj0698 foi roubada na av margenta bairro vitória compartilhem PF! Deus é fiel

Salvador e RMS somam 12 veículos roubados nesta terça-feira


Polícia  Postado por Anacley Souza - 31/05 07:06h
Salvador e RMS somam 12 veículos roubados nesta terça-feira
A Secretaria de Segurança Pública (SSP) registrou 12 roubos de veículos em Salvador e região metropolitana na terça-feira (30), segundo balanço divulgado nesta quarta (31).  O último caso foi computado Pau da Lima, na capital, quando um GM Classic foi levado em uma ação criminosa por volta das 22h. A primeira ocorrência foi anotada em Pernambués, às 5h50. Na ação, um cavalo mecânico Mercedes-Benz Axor foi roubado. (Bahia.Ba)

Feira de Santana - Homem é preso após jogar ácido contra irmã de ex-companheira


Polícia  Postado por Anacley Souza - 31/05 08:07h
Homem é preso após jogar ácido contra irmã de ex-companheira
Um homem foi preso em Feira de Santana, na terça-feira (30), após jogar ácido contra a irmã da ex-companheira, de acordo com a Polícia Civil. Após o crime, o criminoso fugiu em um carro, mas foi localizado pela polícia, com ajuda de imagens de câmeras de segurança do local.  Segundo a polícia, o homem não aceitava o fim do relacionamento com a ex-companheira e ameaçava ela e a irmã, a quem atribuía a culpa pelo término da relação.  O carro usado pelo criminoso havia sido alugado no dia do crime, na cidade de São Sebastião do Passé. O suspeito abordou a vítima e jogou o ácido, provocando diversas queimaduras no corpo dela. O estado de saúde da mulher é desconhecido.  O suspeito foi localizado por policiais civis, conduzido para a 1ªDelegacia Territorial (DT) e autuado em flagrante por tentativa de homicídio. (G1 Bahia)

Delegado da PF que investigava morte de Teori é assassinado


31/05/2017 10:43 
Delegado da PF que investigava morte de Teori é assassinado
Dois policiais federais foram mortos a tiros em Florianópolis na madrugada desta quarta-feira (31) em uma casa noturna. Uma terceira pessoa também foi baleada. De acordo com a Polícia Federal, as vítimas trabalhavam no estado do Rio de Janeiro.  Adriano Antonio Soares, era delegado chefe da Polícia Federal em Angra dos Reis e responsável pela investigação do acidente aéreo que causou a morte do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Já Elias Escobar foi delegado em Volta Redonda por dois anos.  Os policiais estavam em uma casa noturna na rua Fúlvio Aducci, no bairro Estreito, região continental da capital catarinense. De acordo com a Polícia Federal, ocorreu um desentendimento entre frequentadores e tiroteio por volta das 2h. Os policiais federais não estavam em serviço.  Um dos policiais teria morrido no local e outro no hospital. A terceira pessoa baleada seria um dos envolvidos no desentendimento e até o início da manhã desta quarta-feira estava internada.  De acordo com a Polícia Militar, por volta das 5h30, um veículo teria passado em frente a unidade de saúde atirando. Ninguém se feriu nesta segunda ocorrência.  O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Polícia Civil, com apoio da Polícia Federal. Ao menos outros dois homens estariam envolvidos na briga. Nenhum suspeito foi detido. O motivo da discussão na casa noturna ainda não foi informado.  Segundo a PF, as vítimas estavam em Florianópolis participando de um curso. (Globo)

S. A. de Jesus: Jovem é abordado na porta de casa por homem armado e tem residencia revirada


Polícia  Postado por Anacley Souza - 31/05 09:12h
S. A. de Jesus: Jovem é abordado na porta de casa por homem armado e tem residencia revirada
Uma residência foi assaltada na noite da última segunda-feira (29) em Santo Antônio de Jesus. Segundo informações do Site Tribuna do Recôncavo um jovem foi abordado por um suspeito quando chegava em sua residência no Bairro da Salgadeira. Ainda de acordo informações, o indivíduo estava armado e entrou na casa junto com a vítima. A casa foi totalmente revirada e pequenos objetos foi subtraído na ação. O assaltante chegou a invadir um dos quartos onde uma senhora de 70 anos dormia, a procura de dinheiro e outros pertences, “minha mãe gritou ao ver o homem armado revirando tudo e só se acalmou quando meu filho foi para o lado dela. Passamos por momentos de terror”, relata.  Um aparelho de DVD, dois celulares, uma prancha de cabelo e uma bicicleta que serviu de condução para o assaltante. Um boletim de ocorrências foi registrado na Delegacia de Polícia Civil do município.
Redação: Voz da Bahia

BR-324: Colisão entre caminhão e moto deixa um morto; dois ficam feridos em capotamento


Polícia  Postado por Anacley Souza - 31/05 10:51h
BR-324: Colisão entre caminhão e moto deixa um morto; dois ficam feridos em capotamento
Um motociclista morreu atropelado após uma colisão entre a moto que conduzia, um Ford Ka e um caminhão-baú no KM 618 da BR-324, sentido Feira de Santana, na altura do Centro de Distribuição da Itaipava. O acidente ocorreu por volta das 8h30. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), três faixas de tráfego foram interditadas por volta das 10h. Não há registro de feridos, além da vítima fatal. Outro acidente foi registrado na BR-324 trinta minutos antes, no KM 615, sentido Salvador, na altura do bairro da Valéria: um caminhão de pequeno porte que carregava frios capotou por volta das 8h. Duas pessoas tiveram escoriações e foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada após transeuntes tentarem saquear a carga. (Bahia Notícias)

Salvador: Delegado e esposa são baleados durante tentativa de assalto na Avenida Paralela


31/05/2017 11:31 
Salvador: Delegado e esposa são baleados durante tentativa de assalto na Avenida Paralela
O delegado Rusdenil Franco Lima foi baleado durante uma tentativa de assalto na manhã desta quarta-feira (31) na Avenida Paralela, em Salvador. Segundo informações da Central de Polícia, o crime aconteceu por volta das 8h30, nas proximidades da Madeireira Brotas. Uma equipe da 35ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Iguatemi) esteve no local para atender a ocorrência. Segundo a PM, Rusdenil estava dirigindo seu carro, um Volkswagen Up, acompanhado da esposa na região da Ligação Iguatemi Paralela (LIP) quando reagiu à abordagem feita por dois homens em uma moto Honda XRE, de cor amarela. Um policial militar passava pelo local e socorreu o delegado. Segundo o Sindicato dos Delegados de Polícia da Bahia (ADPEB), Rusdenil foi atingido no antebraço esquerdo e socorrido para o Hospital da Bahia. A unidade de saúde informou, em nota, que ele foi encaminhado para procedimento de curativo e está em "excelente estado geral". A esposa de Rusdenil, Gilciane de Andrade Lima, 32 anos, também foi baleada. Ela foi socorrida por pessoas que presenciaram o crime e levada para o Hospital Geral do Estado (HGE) com ferimentos no braço esquerdo e na perna esquerda. 
A PM informou que policias militares estão fazendo rondas pela região para localizar e prender os autores. Segundo informações de amigos das vítimas, o crime aconteceu no sentido Iguatemi. "Conversei muito pouco com ele, mas disse que não teria reagido ao assalto", disse uma amiga que preferiu não se identificar e acompanhava o delegado no hospital.
A Polícia Civil divulgou, em nota, que busca imagens de câmeras de segurança da região para ajudar a identificar os dois assaltantes que atingiram o delegado e sua esposa. A polícia informou que as vítimas passam bem.  (Correio)